junho 29, 2007

Labirinto


Observe bem cada atitude, cada caminho percorrido.
Não deixe de prestar atenção no que vai deixando para trás.
Será mesmo que nada teve valor?!?
Nem sempre demarcarmos o caminho com atenção.
Porque julgamos sempre saber a direção.
Por vezes só deixamos migalhas, mas o vento leva.
E quando nos damos conta, talvez seja um caminho sem volta.

6 comentários:

crisblog disse...

Teve sim!

E a experiência não conta?

O amadurecimento?

As conquistas na vida ?

O bom do labirinto é que sempre teremos opções.

Você é o seu comando!

Beijos.

Tozé Franco disse...

Cada escolha que fazemos implica deixar outra opção de for. A vida é feita disso.
Temos de olhar para a frente e seguir.
Um abraço.

J@de disse...

Muitas vezes pensei que podia ter demarcado o caminho prá poder voltar... mas raramente quis, preferi seguir em frente...
Mil beijos!!

Blanche disse...

Os caminhos do coração são aqueles que importa traçar, sempre com afecto... beijinho, querida Segredos!

Rubina disse...

Gosto de labirintos, aguçam o espírito aventureiro, mas perco-me muitas vezes. Beijos

vivi disse...

É, Esfinge...
A vida é um eterno labirinto. às vezes, deixamos pegadas. às vezes, não...
Mas um dia a gente aprende...
Beijos

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin