janeiro 03, 2008

Falta

Falta alegria.
Falta graça.
Falta cor.
Falta sabor.
Falta coragem.
Falta esperança.
Falta luz.
Falta felicidade.
Falta tudo.
Falta VIDA.

11 comentários:

Emília disse...

Quem sabe se esse não será o ano em que o que falta abundará? Haja esperança!
Bjo e Bom 2008!

Mari disse...

Mas aqui, tenho certeza, não falta AMOR!


Bjs

DUDU SANTOS disse...

PARABENS PELO SE BLOG, TEM SONNETOS DE MEU PAI, MUITA POESIA,CONTEÚDO...NA VERDADE O MEU É QUASE UM DIARIO QUE TENTO LEMBRAR DO PASSADO E PRESENTE, ISTO É UM ENSAIO PARA UM FUTURO LIVRO SOBRE MINHA ARTE E DE TABELA CONTANDO UM POUCO DA HISTÓRIA DA ARTE NESTE PERIODO QUE CONVIVI COM TANTOS ARTISTAS.
OBRIGADO..PAZ
DUDU SANTOS

aminhapele disse...

Minha amiga:
Que é feito desse optimismo militante?
BOM ANO
Um abraço

Tozé Franco disse...

Quero acreditar que este ano seja farto de tudo aquilo que aqui se diz faltar.
Um abraço.

Menina do mar disse...

O mais importante não falta!
É esse maravilhoso coração que está dentro de vc!
por isso, não se preocupe que o resto, o tempo trará de volta!

Edson Marques disse...

A quem, ou a onde você se refere?

Espero que a você nunca falte VIDA!


Abraços, flores, estrelas!

Anônimo disse...

Olá!!!
Adorie sue blog, faltava conhecê-lo!
Meus blogs: http://sex-appeal.zip.net
http://cara-nova.zip.net

Joana disse...

Se encontrar me avisa...também falta disso por aqui!
Bjinhos

J@de disse...

Nada pode faltar prá quem esbanja amor como vc!!

Beijos!!

paula barros disse...

Oi querida
Se você estava falando de você, espero que seja só por um momento, uma fase. Que passe rápido.
De repente, estou me sentindo assim, só por uma coisinha da minha vida. E bateu lá forte lá dentro.
"Tudo passa, tudo passará"
beijos

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin