fevereiro 22, 2008

Diferenças São Diferenças


Faz quase um ano que falei sobre diferenças,
tudo parecia tão diferente.
Acreditava... que:
as diferenças eram apenas complementos,
não havia realmente a necessidade de igualdade,
como obrigação para existir uniformidade nos relacionamentos.
Pensava... que:
as diferenças fossem "o grande diferencial",
para que nada fosse mesmice.
Achava ... que:
a combinação do preto com o branco, que dava graça.
Imaginava... que:
não seria de fato necessário a equivalência de "Q.I".
Sonhava... que:
a estória do livro "Ratos e Homens",
pudesse mesmo suportar tamanhas diferenças,
não apenas na ficção, mas na realidade do mundo atual.
Esperava ... que:
não fosse de fato necessário ser poliglota para falar de amor.
Talvez as diferenças não suportem tudo isso.
Mas, continuo...
acreditando, pensando, achando, imaginando, esperando...
As diferenças são:
de fato, o que nos completam.

15 comentários:

Rubina disse...

Eu gosto muito da diferenca, porque aprendo imenso com ela. Mas no amor acredito que nao podemos ser totalmente diferentes, talvez sim em alguns feitios, mas nao na forma como vemos o mundo. Senao fica dificil. Beijo

Cris Moreno disse...

Amei a imagem...gatinhos...lindo. Amiga, a diferença é que é o diferente. É o que faz o diferencial. Viva a diferença!

Beijinhos.

Menina do mar disse...

As diferenças ENGRANDECEM-NOS, Sempre!
Beijo:-)

paula barros disse...

Ainda me questiono. Muito diferente num relacionamento, sempre há de ter dificuldades. Experiência comprovada.
beijos

Rui Caetano disse...

As diferenças marcam a síntese do belo. Um bom fim de semana.

Cris Moreno disse...

Vá ver o que fiz com o seu presente... rsrs

Beijos.

Amanda disse...

Acho que nem diferenças nem semelhanças importaum muito. Só o sentimento sincero. O sentimento sincero vem antes e está acima das ditas diferenças e semelhanças. Se não for sincero, se não for bom para uma das partes que seja, melhor a gente não se enganar. Quando se quer muito uma coisa, mesmo as pessoas mais inteligentes só enchergam o que querem enchergar. O que é a inteligência perto do sentimento né? O amor de parte à parte manda em tudo. Se for de uma parte só alguma coisa esta errada.
Ainda bem que não me casei com um homem que eu amava mas que não me amava. Que bom que eu percebi à tempo que ele não gostava suficiente de mim. Que bom. Hoje conheci outro e sou muito feliz obrigada a Deus Pai Todo Poderoso. O tempo DELE é tão diferente do nosso. O coração ansioso tem pressa, logo não tem sabedoria. Saber esperar o momento de Deus Pai é o que faz a diferença. Ansiedade é punição do diabo. Esconjuro ele.

Dama de Cinzas disse...

As diferenças são importantes! Talvez mais que as afinidades, porque são elas que nos fazem crescer...

Edson Marques disse...

Esse teu texto é de arrepiar. Delicioso de se ler. Até em voz alta, experimente!


E o texto sobre o Perdão, acima, também encanta fundamente!


Abraços, flores, estrelas...

Cadinho RoCo disse...

A diferença não é diferente de tudo aquilo que em nós estampa o sentido da dualidade.
Cadinho RoCo

Tozé Franco disse...

Et vive la diferance. (acho que é assim que se escreve).
Acho que a grande beleza das pessoas e das coisas está na diferença.
Quanto à fotografia fez-me lembrar o fime Gato Preto, Gato Branco, uma comédia imperdível.
Um abraço.

paula barros disse...

O post do perdão não consegui comentar lá. Muito interessante. Parece que foi escrito baseado num experiência minha. Na época escrevi sobre "pedir desculpas", e não soube concluir.
Muito bom.
beijos

paula barros disse...

Querida
Tem Selo e Meme para você no blog.
É uma lembrança com carinho e pela qualidade do seu blog.
Fique a vontade para participar ou não. O carinho é o mesmo.
beijos

Edson Marques disse...

Beija-Flor,


Sempre te lendo e relendo!

Quanto aos meus livros, será uma honra para mim fazer uma dedicatória especial pra você.

Falar com Daniela em livrariamude@gmail.com


Abraços, flores, estrelas..

Anônimo disse...

Lindas suas palavras, querida...!!!
Amei...!
vivi

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin