março 15, 2008

Lugares Proibidos


Eu gosto do claro quando é claro que você me ama
Eu gosto do escuro no escuro com você na cama
Eu gosto do não se você diz não viver sem mim
Eu gosto de tudo, tudo o que traz você aqui
Eu gosto do nada, nada que te leve para longe
Eu amo a demora sempre que o nosso beijo é longo
Adoro a pressa quando sinto
Sua pressa em vir me amar
Venero a saudade quando ela está pra terminar
Baby, com você já, já

Mande um buquê de rosas, rosa ou salmão
Versos e beijos e o seu nome no cartão
Me leve café na cama amanhã
Eu finjo que eu não esperava
Gosto de fazer amor fora de hora
Lugares proibidos com você na estrada
Adoro surpresas sem datas
Chega mais cedo amor
Eu finjo que eu não esperava

Eu gosto da falta quando falta mais juízo em nós
E de telefone, se do outro lado é a sua voz
Adoro a pressa quando sinto
Sua pressa em vir me amar
Venero a saudade quando ela está pra terminar
Baby com você chegando já


(Composição: Helena Elis)

8 comentários:

Jofre Alves disse...

Aqui não é o lugar proíbido, mas sim o apetecido pela sensibilidade e bom gosto. Um blogue interessante, de grande valia, que visito com agrado. Boa semana.

Cris Moreno disse...

Caramba....vou é colocar fogo neste lugar proibido... rsrs...

Amei. Estou pensando em levar... rsrs... ah, já estou no fogo mesmo... rsrs

Beijinhos.

Rui Caetano disse...

Um lugar agradável. Gostei deste espaço. Uma boa semana.

Mari disse...

Belo post, bela letra, bela voz...

Adorei!

Bjs

O Árabe disse...

Há muita coisa que a gente gosta... quando gosta de alguém. Quase tudo, aliás... :)

Anônimo disse...

Venero a saudade quando ela está pra terminar
----------
E será que a saudade termina. Acredito que ela está sempre presente, mesmo que o 'objecto' da saudade esteja junto a nús.
Fica bem.
Felicidades.
.......
http://de-proposito.blogspot.com/

blog do dudu santos disse...

Lugares proibidos só existem quando fazemos deles "proibidos", no amor, na relação, no prazer, tudo é possivel, até o proibido.....
bjo
dudu

paula barros disse...

Achei muito interessante, criativo.
Amei.
beijos

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin