fevereiro 10, 2009

Depois de Alguns Dias...

(Aquarela - Dudu Santos)
Ufa!
Depois de alguns dias sem oportunidade de ler com a devida atenção. Hoje consegui!
Como é bom ter um tempinho nosso, para fazer coisas simples que gostamos.
E, das minhas "coisas simples", uma delas é sentar aqui (desse lado da tela), colocar boa música e ler os blogueiros que gosto.
Para minha surpresa, cada vez mais me encanto com a capacidade e qualidade que muitos desses blogueiros teem (sem acento né?! ih) de escreverem seja em: poesias; contos, cronicas, textos ... e afins.
Há escritos com tanta intensidade, com tanta sensibilidade que chego mesmo as lágrimas.
Tanta emoção! Bom demais! Saber que esse povão de meu Deus, tem deixado a sensibilidade aflorar pela blogosfera.
Quem diria! Que um dia! Eu diria! Que essa tal tecnologia tem muito mais alma que "pensava a minha vã filosofia".
Essa capacidade de brincar/amar com as palavras.
Eu que sou tão limitada com elas (as palavras), definitivamente me rendo aos encantos de todas elas. Quando somadas uma a uma, criam muito mais que poesia. Criam vida, como se fossem uma obra em aquarela.

14 comentários:

Eu disse...

Olá! Concordo com você em gênero, número e grau! Ler estes textos, poesias ou até mesmo a história de vida de cada um, através deste espaço virtual, é mesmo muito emocionante! E por incrível que pareça, a maior parte deles, fala sempre sobre o "amor"!
O amor, em todas as suas formas e maneiras de vive-lo e senti-lo. Alguns com uma pitada de sofrimento, outro de esperança... mas sempre o amor!
Adoro muito vir aqui!
Beijo grande amiga!

Sonia Schmorantz disse...

Quem diria que uma letrinha ca e outra acola, formariam palavras, e palavras formarim poesia, e a poesia transformaria tudo em paz, amor...
Um abraço e boa semana

Branca disse...

Nesse mundo virtual encontramos muita coisa boa, também adoro ir no cantinho de cada um, ler e conhecer um pouquinho mais daquela pessoa; é interessante perceber como a procura da felicidade, do amor é constante em todos os blogs, seja de uma forma erotizada ou mais sutil, entre um post e outro sempre percebemos como nós somos dependentes desse sentimento lindo...

bjo carinhoso pra vc.

Menina do mar disse...

É, Têm, minha amiga... Odeio corrigir mas tu perguntaste eu respondi (:
Acho a combinação perfeita entre o que escreveste e a tela do Dudu! Para não falar da Mafalda Arnauth... Adoro!
Experimenta também ouvir a Mariza, se é que ainda não conheces, é magnífico!
beijos no coração e obrigada pelas tuas palavras sempre tão encorajadoras, é por pessoas como tu e para pessoas como tu que escrevo... sempre!

Tatiana disse...

Bom dia Querida!

Também percebo as pessoas expressando mais as emoções...isso é muito bom!

Eu poderia entra aqui e lhe desejar apenas um dia bom! Mas meu coração deseja ao seu muito mais, ele espera que este seja um dia de vitórias e realizações.
Que ao terminar o dia, o saldo seja positivo e o seu coração pulse agradecido por ter tido um dia feliz!

Um abraço carinhoso

blog do dudu santos disse...

Gostei de ver e ler!!!Estive um pouco sumido, uma gripe de dez dias!! Estou trabalhando no meu curriculum-biográfico para meu livro , minha arte e percurso, ufa!!! como fiz coisa, acho que estou ficando velho!!Meu PC esta uma MER!, trava sempre....saudade também tenho , logo vamos nos ver...
bjo do artista

Verônica disse...

Esse eu dedico à todos os meus amigos...

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar,volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!
"Fernando Pessoa"

Lindo né... para você!!!

Angela Guedes disse...

Eu não sou boa de fazer relatos do que se passou, nem de fazer poemas.
Por isso me encanto, com tantos blogs cheios de talentos, escritores e escritoras, poetas e poetisas, críticos revoltados e apaixonados que, nem ao menos se dão conta das quão maravilhosas são suas obras.
Este seu vale mil, adorei.
Um grande abraço
Angela

silvioafonso disse...

.

De joelhos no chão do banheiro de nossa casa eu vi, não em um ou dois momentos, mas em diversas oportunidades a minha mãe, Maria, rezando por seus filhos. Orava como que falasse no ouvido de Jesus, baixinho sussurrante. Pedia e disso eu tenho certeza, pela paz em nosso lar onde o palavrão, o puxão de orelhas, literalmente, nunca acontecia. Rezava por sua mãe, minha avó, já bem velhinha e por meu avô, alemão de todas as guerras, porém, bom como um monge beneditino. Agradecia a sorte de ter um campeão de boxe nocauteado aos seus pés tal era a doçura do meu pai.
Por que estaria eu dizendo da minha casa, da minha mãe e do meu pai, vovó e vovô, perguntaria você, e é com o maior prazer que eu respondo; Estou falando das pessoas que formaram o meu caráter. Das pessoas que ladrilharam os meus caminhos e neles puseram placas e setas indicando por onde eu deveria ir e ainda vou graças ao seu texto, sutil e comovente, sério e bonito.
É um privilégio ter a sua página agregada a minha. Você começou isso se fazendo voluntária ao linkar a sua na minha, tão simples e tão honrada.

silvioafonso





.

Um Piá do Sul disse...

Muito bem colocado essa postagem. Blog é quase um diário, só que público. A gente tem a oportunidade de conhecer não somente os textos mas sentir os fragmentos de personalidade de quem os escreve. Mesmo que anonimo ou sob um pseudônimo, podemos sentir através das palavras os encantos e desencantos dos seus autores.

É a vida! vestindo uma nova roupagem mas não deixando de ser a mesma coisa de antes. Uma delas é a necessidade de integração que temos em apreciar outras mentes. E com essa troca, aprendemos muito.

beijos

Quase Trinta disse...

Ah se tem uma coisa que eu gosto também é sentar aqui e poder ter o prazer de ler blogs de qualidade, e o seu está entre um deles que faço questão de visitar.
Afinal as palavras confortam, alegram, emocionam e até mesmo ferem.
Mal sabem as pessoas o poder que as palavras tem.

beijocas moça

Sonia Schmorantz disse...

Querida

deixei para ti um desafio em meu blogger, espero que aceite, eu gostei muito da experiência.
beijos

...AMORE... disse...

emoção eu tenho qdo eu entro no seu cantinho...ler vce,seus amigos,ouvir essa música maravilhosa,como uma descendente nata de PORTUGAL...nao conta pra ninguem..sou MARIA...rsrs...mas com muito orgulho..
querida,tenha dias lindos e de paz
beijosssssssssss
sil maria....rs

silvioafonso disse...

.

Eu preciso alterar alguma coisa no meu texto, aqui postado para fazer, na minha página, uma citação a sua e como eu grafitei o seu muro e o muro é de sua propriedade, a pichação também.
Atendendo ao meu pedido você verá nas entrelinhas refletida a sua imagem, tão correta e tão segura nos desenhos do spray.

silvioafonso.




.

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin