fevereiro 24, 2009

Me Deu Vontade

De fechar os olhos,
De sentir o vento,
De ouvir os pássaros,
De respirar o cheiro de mato,
De elevar o pensamento,
De pensar o meu sentir.
Me deu vontade.
De andar na chuva,
De pés no chão,
De lavar a alma,
De correr sem direção,
E como pássaro abrir as asas,
Deixar voar a emoção,
Me deu vontade.
De deitar na relva,
De ver as estrelas,
De cantar baixinho,
De ouvir a voz do coração,
De parar o tempo,
De ter tempo,
Me deu vontade.
De abrir os olhos,
De olhar o mundo,
De mergulhar profundo,
Aqui dentro do peito,
Para resgatar um náufrago,
Chamado: AMOR

13 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Também me deu vontade de tudo isso...um poema maravilhoso.
beijos

Um Piá do Sul disse...

Desejar coisas improváveis de acontecer da forma como foram escritas é carência. Carência de Poeta que enxerga a vida pelas luzes de ribalta. Em tudo há poesia, até na madrugada mais fria. Na chuva, na noite quente, no sol ardente. Voar pra que? o pensamento vai mais longe e trás na sua volta sementes duma nova poesia. Coisas de poeta que só os poetas entendem.
Mil Beijos! Abraço forte e estou com saudades.

Quase Trinta disse...

Nesse feriadão, envolvida no silêncio tive todas essas vontades tb...

beijos o texto ficou ótimo

paula barros disse...

Nunca mais escrevi assim, com o amor transpirando nos poros, estou sentindo falta.

Em casa frase li o amor.

abraços

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA CONDINOME, BELO POEMA... BRILHANTE... PARABÉNS AMIGA... UM GRANDE ABRRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Pedro S. Martins disse...

Só no último suspiro descobrimos os encantos de ser.

M. Nilza disse...

Olá!!

Vontades boa... Nem sempre são fáceis, mas se puder concretizar fica perfeito.

Gostei daqui.

Beijos

Alma Nua disse...

...minha linda beija-flor,
és uma poetisa de alma
transparente onde podemos
visualizar a inspiração
transcendendo o sentir.

mágico isso

adoro

bjusss

Menina do mar disse...

LINDO!!!

A Flor do Sul disse...

Eu também sinto vontade de estar na natureza, em contato com os pássaros, o verde... ai! Não posso ver uma praçinha que fico doido de vontade de entrar, nem que seja só um pouquino.
Deve ser por causa da solidão...
Abraços.

Mari disse...

Me deu vontade
De vir aqui e
Buscar, um pouquinho de amor...

Lindo flor!

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sheila Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Nossa, me perdi nos seus versos, e me reencontrei na emoção. Lindo! Cheguei no seu cantinho por acaso, mas, por certo, retornarei por vontade própria. Quando quiseres passear pelas minhas palavras, serás bem-vinda.

http://sheilacristinaandrade.blogspot.com/

Sheila

blog do dudu santos disse...

Lindo tudo!!Perdeu um belo jantar
bjo do artista

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin