novembro 02, 2006

Bruxa

Bruxa: 1. Mulher que faz bruxarias; feiteceira.
(Minidicionário AURÉLIO - 2º Edição - Editora Nova Fronteira)


Sendo assim, uma Bruxinha faz "feitiço"


Feitiço: 2. Encanto, fascinação
(Minidicionário AURÉLIO - 2º Edição - Editora Nova Fronteira)
É ????

7 comentários:

Arturo O.Bandini disse...

Não todas mas a maioria das mulheres é meio feiticeira. Não que eu acredite mas também não sou bobo.

Um beijo,

Arturo(http://antesnuncadoquecedo.blogspot.com)

Anônimo disse...

A senhora, sendo bruxa, não teme as fogueiras?

Segredos da Esfinge disse...

Arturo,
Como é bom ver você novamente.
Só aceito aqui Bruxas do bem, kkk.
Eu acho que mulher tem encantamento e quando ela ataca de feiticeira é sempre por um bom motivo.
Beijos! Na família toda.

Segredos da Esfinge disse...

Anônimo.
Não tenho medo de fogueiras.
Tem uma música que a Simone canta que diz assim:
"Se eu não sei dizer o que quer dizer o que vou dizer. Se eu digo pare, você não repare no que possa parecer.S e eu digo siga, o que quer que eu diga, você não vai entender. Mas se eu digo venha, você traz a lenha pro meu fogo acender. Mas se eu digo venha, você traz a lenha pro meu fogo acender"
Tem que ser fogueira acesa com lenha do lenhador certo.
É isso.

Anônimo disse...

Encanto?
Como encanta.

J@de disse...

Essa música aí é do Zeca Baleiro, um puta dum letrista na minha opinião, adoro!!
Quanto ao post... toda mulher é meio bruxa mesmo, por isso temos tantos encantos... hehehehe!!

Segredos da Esfinge disse...

Jade.
Eu adoro mesmo essa letra.
Obrigada pela ajuda, agora já sei de quem é.
E somo sim BRUXINHAS do bem.
E bota encantos nisso.
Beijos de Bruxa pra Bruxa

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin