novembro 02, 2006

O Momento

Pensei... Pensei.
Não há como narrar, transcrever, ilustrar, relatar e outros tantos sinônimos.
O que houve "naquele momento" ficou eternizado.
Há sentimentos que só se sente, são inefáveis.
Tal qual ouvir as ondas do mar.

6 comentários:

Arturo O.Bandini disse...

Até copiei a foto. Dá pra pensar um monte de coisa.

Segredos da Esfinge disse...

Arturo,
Foi exatamente pensando num monte de coisas que escolhi a foto e escrevi pouco. Mas os pensamentos e sentimentos são muitos.
Abraços

Emilia disse...

Foto lindissima. Vou imitar Arturo.
Mas seu pequeno texto é um mimo.

Segredos da Esfinge disse...

Emília,
Eu adoro essa foto.
Sobre o texto, agradeço sua sensibilidade. Eu não levo jeito com as palavras, mas eu tento.
Acho que sou mais de sentir...
Beijos

Emilia disse...

Eu tb sou assim: sinto mais do q consigo verbalizar. Mas tb tento.
Sua alma gémea,
Emília
P.S. Mas eu acho q você é boa de verbo, sim!

J@de disse...

Certas sensações são mesmo impossíveis de descrever, como no seu texto e como nessa foto... lindos, o texto e a foto!!
Beijos!!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin