dezembro 12, 2006

Cruzando Caminhos

Emilia quando li seu comentário num post logo abaixo, pensei sobre o que disse: "Pessoas cruzando nossos caminhos".
Eu acredito que nada acontece por acaso, existe sim um motivo. Principalmente quando conhecemos as pessoas da força incomum (nosso caso).
Infelizmente, nem sempre conhecemos apenas pessoas de bem, até mesmo as que são ruins nos ensinam alguma coisa (como não devemos ser).
“Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai sozinho nem nos deixa sós. Leva um pouco de nós mesmos e nos deixa um pouco de si mesmo. Há os que levam muito, mas não há os que não levam nada. Há os que deixam muito, mas não há os que não deixam nada...” (Charles Chaplin).
Que a nossa amizade (virtual/blogal) não seja apenas "um cruzar de caminhos", porque o mais gratificante é quando as pessoas permanecem em nossas vidas.

2 comentários:

Emilia disse...

A palavra mais significativa deste seu belissimo post é 'permanecer'.
Que a nossa amizade seja linda como essa rosa que escolheu mas não efémera como ela.
Beijinho com muito carinho.

Segredos da Esfinge disse...

Emilia,
Vai permanecer sim, só herdará da a rosa a delicadeza e beleza.
Beijinhos com toda admiração e carinho que tenho por você.

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin