dezembro 15, 2006

Hóspede


Ela chegou de última hora sem pedir licença.
Depois de um dia agitado de trabalho, com expediente das 8h50 até 22h20, um intervalo de 20 minutos para o almoço.
Era muito tarde, ela permanecia implacável, irredutível.
Vi pelas horas, que um novo dia já existia, ela continuava fria e cruel.
Quando partiu!?! Não sei ao certo, deixou em seu lugar o pesadelo, que me persegue há dois dias.
Terá feito reserva para esta noite?


3 comentários:

Emilia disse...

O que de melhor lhe posso desejar para hoje é uma noite calma e bem dormida.
Beijinho.

Segredos da Esfinge disse...

Emilia,
Acho que preciso de um bom vinho do Porto, ou da Ilha da Madeira.´
Um cálice é ótimo para uma boa noite de sono.
beijinhos

J@de disse...

Minha linda, espero que vc tenha melhorado... insônia é a pior coisa do mundo!!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin