fevereiro 22, 2007

Começar de Novo...


Hoje num determinado momento pensava com meus botões. Lembrei que faz muitos anos que li o livro de Guimarães Rosa, "Grande Sertão: Veredas". Na verdade eu não pensava, eu estava mesmo era conversando com DEUS e lá que veio a resposta para meus questionamentos, através recordação de alguns trechos do livro.

"(...) Acho que o espírito da gente é cavalo que escolhe estrada: quando ruma para tristeza e morte, vai não vendo o que é bonito e bom. (...)Carece de ter muita coragem. (...) O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem. O que Deus quer é ver a gente aprendendo a ser capaz de ficar alegre a mais, no meio da alegria, e inda mais alegre no meio da tristeza. (...) Todo caminho da gente é resvaloso, mas cair não prejudica demais, a gente levanta, a gente sobe, a gente volta."

Preciso dizer mais alguma coisa?

5 comentários:

J@de disse...

É linda... não precisa dizer mais nada mesmo!!
E vc é o um exemplo de espírito forte, alegre e firme!!
Sou muito feliz por ter tido a oportunidade de encontrar vc nessa vida!!
Beijos!!

António Melenas disse...

Grande Guimarães Rosa! è grande entre os grandes escritores brasileiros.
Temos cá um provérbio que diz "Quem cai logo se levanta" Ninguem fica caido. Só se estiver morto. E há outro que diz "enquanto há vida há esperança"
-----
PS:
Obrigado pela tua visita à minha "Teresinha". Possivelmente não me expliquei bem. Ela era-me completamente inacessível. Julgo que ela nunca chegou a saber quem lhe enviou o soneto. E quanto ao amor, logo parti pra outros mais terra-a-a-terra. Amiga, eu tinha 17 ou 18 anos e nessa idade as feridas de amor (como as outras) cicatrizam com grande facilidade. Tive mais tarde outros amores, alguns dos quais, esses sim, deixaram marcas indeléveis
Um beijinho pra ti

Fernanda disse...

Esse texto fala da coragem que a gente precisa pra ser feliz... e precisa mesmo... é mais fácil ser infeliz, basta sentar e reclamar... Já a felicidade requer o esforço da manutenção... bjs

Emilia disse...

Guimarães Rosa, ummm, como eu gostaria e estou precisando de ler alguma coisa dele.Um anjinho me diz que vou encontrar, um dia destes...

Segredos da Esfinge disse...

Jade,
A felicidade é minha também, eu li nem lembro onde que amigos se REENCONTRAM.
Beijinhos

António,
Ele era sim grande,não apenas como escritor.
Beijinho

Fê,
Eu acho que gosto mesmo de coisas difíceis, pois adoro correr em busca da felicidade.
Beijinho e continua firme com seu blog.

Emilia,
Acredite mesmo no que diz seu anjinho, pois os anjos não eram.
Beijinhos

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin