fevereiro 27, 2007

Grandes Mulheres - IV

Hoje além de escolher outra "Grande Mulher" vou aproveitar a oportunidade para associar "estas mulheres" com as "Mulheres" que conheço.
Vou começar com Jade que tem muito da minha escolhida de hoje... lá vem ela...Rita Lee .
Ela desfila sem pudores pelas mais diversos estilos musicais, desde rock pauleira até bossas, baladas românticas e latinidades. Minha admiração por Rita Lee não é tanto por sua arte, meu gosto musical é bem diferente, o que admiro é a determinação que teve para "mudar" uma mulher que se livrou das drogas, que acredita na instituição "família", atitude assim me faz acreditar cada vez mais que temos capacidade para transformar nossas vidas e que só depende de nós.

Foto: Mário Luiz Thompson


Pagu
Rita Lee
(Composição: Rita Lee e Zélia Duncan )

Mexo e remexo na inquisição
Só quem já morreu na fogueira sabe o que que é ser carvão
Eu sou pau pra toda obra
Deus dá asas à minha cobra
Minha força não é bruta
Não sou freira, nem sou puta

Porque nem
Toda feiticeira é corcunda
Nem
Toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Sou mais macho que muito homem

Sou rainha do meu tanque
Sou Pagu indignada no palanque
Fama de porra louca...tudo bem
Minha mãe é Maria ninguém

Não sou atriz
Modelo ou dançarina
Meu buraco é mais em cima

Porque nem
Toda feiticeira é corcunda
Nem
Toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Sou mais macho que muito homem




Tem mais dela aqui:
http://www.ritalee.com.br/camarim/carreira.asp
http://pt.wikipedia.org/wiki/Rita_Lee

3 comentários:

J@de disse...

E eu acho essa música a minha cara... obrigada pela comparação e fé em mim!!
Beijos!!!

Andorinha... disse...

Adoro esta música. Muito mesmo. E, não conheço a Jade pessoalmente, mas o blog traz muito sobre ela e eu acho que tem tu-do a ver, Esfinge!!
Bela comparação!
Beijos

Emilia disse...

Esse paralelo entre a J@de e a Rita Lee me parece acertado, mas preciso de conhecer a J@de pessoalmente para confirmar!...ou seja, digamos que...eu gostava de conhecer a J@de pessoalmente! Deve haver um geito...
Bjos

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin