fevereiro 05, 2007

Seu Santo Nome


Descobri que viver na blogosfera é uma forma de terapia em grupo.
Aprendo com o exemplo dos outros, me consolo em algumas ocasiões, é uma descoberta nova em cada post que leio.
Na blogosfera dou grandes gargalhadas, choro de emoção, me compadeço.
Jade veja o que dizia Drummond.
Quando um amor é mesmo de verdade, não precisa de afirmação constante.
Precisa apenas de: sentimento, gesto e ação/demonstração.
Palavras o vento leva.


"Não facilite com a palavra amor.
Não a jogue no espaço, bolha de sabão.
Não se inebrie com o seu engalanado som.
Não a empregue sem razão acima de toda a razão ( e é raro).
Não brinque, não experimente, não cometa a loucura sem remissão
de espalhar aos quatro ventos do mundo essa palavra
que é toda sigilo e nudez, perfeição e exílio na Terra.
Não a pronuncie. "

(Carlos Drummond de Andrade)

2 comentários:

J@de disse...

Ai Drummond... mavarilhoso!!
Amor é sentir... não precisa alardear...
Beijos querida!!

Emilia disse...

A blogosfera é, para mim também, um pouco de tudo isso q Vc enunciou, querida Esfinge.
Vocês estão certas quanto ao amor. Ah, o AMOR... está tudo dito!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin