março 03, 2007

Grandes Mulheres - V



Toda mulher que canta... encanta.
A escolhida de hoje é Amália Rodrigues .
A Andorinha me recorda ela, pois tem arte nas veias, o dom de tocar instrumentos e de tirar deles os sentimentos das notas musicais.


Andorinha
Amália Rodrigues

A manhã é uma andorinha
Que se esqueceu da viajem
E voa em meu pensamento,
Trazendo a cada momento
A noite na tua imagem.

O dia lá fora, é o dia
Que marca os passos no chão.
Mas é tão cedo este amor
Que eu fecho tudo em redor
Das praias do coração.

Ponho as mãos sobre o teu corpo
E, no instante de sonhar,
Se o teu amor me encaminha,
A manhã é uma andorinha
Que se lembrou de ficar.

4 comentários:

Emilia disse...

Ela cantava Portugal como poucas. Hoje talvez Marisa cante tão bem assim. E era uma mulher muito bonita. Era poeta também.Era Amália, está tudo dito.Lindo poema com dedicatória a Andorinha. Vc sabe ser muito gentil com os Amigos, Esfinge.Vc é especial.

António Melenas disse...

Por morrer uma andorinha não acaba a Primavera. Assim é Amália - a inigualável. Ela morreu mas a sua voz e o seu talento ficarão para sempre.
Bem hajas por te teres lembrado dela

Um beijo

Andorinha... disse...

Queria Esfinge,
Como disse a nossa amiga Emilia, vc é muito especial. Nota seus amigos e deixa a vida de cada um mais melodiosa...
Obrigada pela homenagem! E vou procurar saber mais sobre a Amália...
Um grande beijo,
Andorinha

J@de disse...

Amália Rodrigues é maravilhosa!!
E a Esfinge é tudibão dessa vida mesmo, ô mulher gentil e carinhosa!!
Preciso conhecer um pouco mais da Andorinha, mas até onde vi é uma mulherão também!!
Beijos!!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin