abril 17, 2007

Incomum...


Não quero ser sua sombra, quero ser sua luz.
Não quero ser sua "cara metade", quero ser sua por inteiro.
Não quero fazer parte dos teus sonhos, quero ser sua realidade.
Não quero pertencer ao seu futuro, quero ser sua no momento presente.
Não quero ser calor aconchegante, quero ser o fogo que causa arrepios.
Não quero ser seu alimento, quero ser sua fome de amor.
Não quero ser seu porto seguro, quero ser seu vulcão, seu terremoto.
Não quero ficar do seu lado, quero estar em cima... embaixo.
Não quero que saiba de minhas vontades, quero que desvende meus segredos.
Não quero palavras da sua boca, quero sim a sua boca.
Não quero sua sensatez, quero suas loucuras.
Quero tudo incomum.

16 comentários:

Mosana disse...

nossa... q profundo!
adorei menina!
tenha um bom dia!
beijos

Cris Moreno disse...

Menina....você disse tudo para mim, ou melhor, colocou todos os pingos nos is...colocou os meus pensamentos, sentimentos... em palavras.
Vou fazer o tal do cola e copia e mandar para uma pessoa especial.
Caramba Esfinge...você é demais mesmo..."incomum".
Vale a pena passar por aqui todos os dias. Amo-te de paixão(clichê velho, mas...).
Bom dia para você.
Bjs.

J@de disse...

Nossa mulher!! Tava inspirada, colocou em palavras o que nós desejamos e muitas vezes não queremos dizer!!
Beijos!!

Anônimo disse...

Uau, Esfinge!!!
Adorei, querida!
Frases que sempre gostaríamos de dizer.
Beijos,
vivi

Emilia disse...

Não me parece nada incomum, apenas está enunciando os seus desejos, e até os seus direitos. Nada demais!
Bjos e boa sorte. Que eles se concretizem!!!Você merece.

Cris Moreno disse...

Sabe quando é incomum, Emília?
Quando você desgruda da alma o medo de amar novamente.
Bjs pra vc.

Emilia disse...

Sabe, Cris, às vezes damos sentidos diferentes ao que lemos.É engraçado ver como o mesmo texto pode 'tocar' cada um de nós de formas diferentes.
Eu interpretei q a Segredos estava achando q era incomum, ou seja, raro, querer o que ela quer. Mas eu acho q o que ela quer e sonha e deseja é comum, no sentido de ser justo e normal e um direito dela de querer e sonhar...
Talvez eu tenha perdido algum sentido...Se incomum se refere a ela própria, isso ela é,por ser uma Mulher que sabe dizer o que sente, e dizer isso muito bem.
Ela é especial,mesmo.
Bjo para vc, Cris Moreno.

Cris Moreno disse...

Você é especial também, Emilia.
Bjs pra vc.

Mari disse...

Segredos da Esfinge,

Parabéns. Muito lindo. É tudo o que queremos, especialmente quando amamos.

Abraços

Mari

Edson Marques disse...

Belíssimo!






.

Breaking the Waves disse...

Lindo!!!

Beijinhos

Rubina disse...

Segredos

Que delícia de poemas com que nos presenteia. Ler o seu blogue é sempre uma inspiração. Beijo

Anônimo disse...

Seja sempre "Incomum"

Ana Téjo disse...

Adorei, menina.
É assim mesmo. Fecha os olhos, abre os braços e se joga!

Ana Téjo disse...

Ah, adorei.
E é assim mesmo: abre os braços, fecha os olhos e se joga!
É como eu gosto de viver.

simaocireneu disse...

Voltei aqui para reler seu blog, sempre bem-humorado e de boas idéias, e me impressionei com esta postagem, a que talvez, de uma primeira feita, não houvesse dado muita atenção.
Belíssima, Esfinge! Das melhores que já li na blogosfera.
Amplexos mil.
Simão

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin