maio 01, 2007

Provocações

Recebei uma missão (secreta) e como leio frequentemente o blog do Edson Marques sabia que ele havia participado do "Provocações" apresentado pelo talentoso Antonio Abujamra .
Cá estou eu com o mais puro atrevimento querendo "provocar" Edson Marques com a seguinte pergunta:
Qual seria sua reação, se um dos seus amores clamasse algo parecido com a música abaixo?



Não me deixes,
Não me deixes,
É preciso esquecer,
Tudo se pode esquecer
Que já para trás ficou.
Esquecer o tempo dos mal-entendidos
E o tempo perdido a querer saber como
Esquecer essas horas,
Que de tantos porquês,
Por vezes matavam a última felicidade.

Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes.
Te oferecerei
Pérolas de chuva
Vindas de países
Onde nunca chove;
Escavarei a terra
Até depois da morte,
Para cobrir teu corpo
Com ouro, com luzes.
Criarei um país
Onde o amor será rei,
Onde o amor será lei
E você a rainha.

Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes.
Te Inventarei
Palavras absurdas
Que você compreenderá;
Te falarei
Daqueles amantes
Que viram de novo
Seus corações ateados;
Te contarei
A história daquele rei,
Que morreu por não ter
Podido te conhecer.

Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes.
Quantas vezes não se reacendeu o fogo
Do antigo vulcão
Que julgávamos velho?
Até há quem fale
De terras queimadas
A produzir mais trigo;
Que a melhor primavera
É quando a tarde cai,
Vê como o vermelho e o negro
Se casam
Para que o céu se inflame.

Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes.
Não vou chorar mais,
Não vou falar mais,
Escondo-me aqui
Para te ver
Dançar e sorrir,
Para te ouvir
Cantar e rir.
Deixa-me ser a sombra da tua sombra,
A sombra da tua mão,
A sombra do teu cão.

Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes,
Não me deixes.

3 comentários:

Edson Marques disse...

Minha primeira reação seria cantar junto com ela "Ne me quitte pas"...


E depois, dentre as nove musas que me inspiram, ela seria elevada à categoria de principal.

(Por uns tempos... rs!)

Abraços, flores, estrelas!

(Adoro essa música!)
.

Cris disse...

Segredo, o "imprevisível" não conta para ele...de repente...esse tempo...pode ficar mais tempo...do que o tempo...
Só estou indo no "tempo" das provocações...

Bjs.

Edson Marques disse...

Deixei uma resposta pra você lá nos coments do Mude.

A Mitologia nos indica caminhos... rs!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin