maio 27, 2007

Qualidade de Tempo...

... é quando você vive um momento muito especial, seja ele num período de hora, dia, mês ou ano e tem a sensação de que aquele "momento" durou apenas um minuto e você torce para o tempo passar bem rápido, até chegar o "momento" de viver tudo de novo.

14 comentários:

Tozé Franco disse...

O tempo pergunta ao tempo
Quanto tempo o tempo tem
O tempo reponde ao tempo
Que o tempo tem tanto tempo
Quanto tempo o tempo tem.

Há pedaços na vida que valem por anos. Muitas vezes olho para trás e tenho pena de não ter vivido mais intensamente alguns bocados de tempo.

Um abraço.

Segredos da Esfinge disse...

Tozé,
Você deu perfeita definição ao que pensei.
É exatamente isso que procuro viver - "Intensamente alguns bocados de tempo", eu quero do tempo a qualidade e não a quantidade do tempo.
Abraços

Fernanda disse...

Quem nunca teve um momento desse? rsrs

São os melhores, especiais e raros, mas inesquecíveis... bjs

Rubina disse...

Espero que esse momento volte muitas e muitas vezes. Um abraço

Sofia disse...

Momentos especiais não deveriam ser raros ...
Abraços

J@de disse...

O tempo sempre é curto quando a gente tá se divertindo...
Beijos!!

V.A.D. disse...

A nossa percepção do fluir do tempo depende tanto dos momentos que se vivem...! Se são agradáveis o tempo voa; se são dolorosos ou enfadonhos, o tempo parece arrastar-se penosamente...

Cumprimentos.

Edson Marques disse...

Espero, mesmo, que tudo se repita.


Gostaria de viver novamente todos os meus momentos.


abraços, flores, estrelas..

Osc@r Luiz disse...

Me intriga muito a distorção do tempo.
Ela voa quando queremos que demore e demora anos-luz quando queremos que passe!
Assim, os momentos especiais voam, enquanto o interstício entre um e outro, demoram uma eternidade!
Como será que funciona isso?
Beijos confusos!

minds disse...

Os momentos k vivemos sao unikos, nao voltam atras... so akontece uma vez mesmo axo eu...
Podemos ter mais e mais momentos, mas todos diferentes uns dos outros...

bjs

simaocireneu disse...

Prezada Esfinge,
concordo com você. 2 horas numa boa peça de teatro passam mais rapidamente que 5 minutos na esteira rolante; alguns dias de alegria correm celeremente, enquanto uma hora de dor pode eternizar-se não apenas dentro daquele espaço de 60 minutos como ainda marcar a alma sabe-se lá por quanto tempo. Acho mesmo que uma vida toda de alegria demora menos para passar que o tempo gasto com uma cirurgia grave e a recuperação. Não sei ao certo, tudo isso me parece.
Veja só, ao final, que coincidência: a poesia que você colocou na postagem acima é uma de minhas preferidas - tive de decorá-la quando contava apenas 11 anos, para declamar na aula de literatura, e não esqueci até hoje!
Amplexos!

Segredos da Esfinge disse...

Fernanda,
São momentos assim, que me faz ter a certeza de que a vida valeu a pena.
Bjos

Rubina,
Eu também espero muitooooo.
Bjos

Sofia,
Não deveriam, mas ainda bem que eles existem mesmo que raros.
Bjos


Jade,
Na verdade estes momentos não são de diversão e sim de emoção e felicidade plena.
beijinho


VAD,
Eu prefiro só lembrar do tempo que "VOA".
Abraços


Edson,
Eu quero viver todos os novos momentos e não esquecer jamais dos momentos passados.
Bjo


Oscar,
Funciona com a valorização dos momentos.
Bjo


Minds,
Podem ser sim diferentes, mas que sejam especiais sempre que possível.
Beijinho


Simão,
É exatamente isso que acho do "tempo", mas eu prefiro guardar sempre os momentos raros de pura emoção e felicidade, os momentos de dor guardo como lição de vida. E sobre a poesia é mesmo coincidência (ela é tão especial para mim, que nem deixei janelinha aberta para comentário, porque é parte da "qualidade do tempo".
Abraços

Ana Téjo disse...

São esses momentos que dão sentido a todos os outros, não é?

Joana disse...

eu sei isso o que é! por isso é preciso aprender a descomplicar a apreciar bem os momentos e não pensar em mais nada, só disfrutar! :)
Bjs

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin