março 26, 2008

Só Meu


Quantas vezes perdemos alguma coisa!
Já fui assaltada.
Tive uma casa arrombada, onde levaram tudinho.
Perdi coisas que gostava.
Sempre lembro de uma coisa que minha mãe falava quando eu era criança e não queria estudar.
Ela dizia assim:
"Tudo que você aprender é seu, só seu. Ninguém tira de você. "
E, ainda completava:
"Como será só seu todos seus sonhos. Isso também, ninguém tira de você."
Hoje, sei exatamente o significado de tudo que ela me dizia.
Tudo que eu sinto é só meu, só eu sei da verdade dos meus sentimentos.
Quando a dor insiste e não desiste... aí é que se resiste.
Usa a dor pra criar força e ir em frente.

2 comentários:

Verônica Martinelli disse...

Às vezes precisamos ter alguma coisa(sentimentos, momentos, palavras) só nossa!
Pois se dermos tudo aos outros o que restará em nós?

Tua mãe tem grande razão!


...


Beijos!

blog do dudu santos disse...

Você sabe minha querida, um terço da vida passamos dormindo, se soubermos sonhar, seremos um terço de vida só nossa, sem travas, sem limites, sem críticas, sem preconceitos.....nossa mente é nosso segredo, só os muitos raros beijam nossos mistérios.......
..sonhe..como diz o poeta "antes de sermos reais somos sonhados"
bjos

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin