abril 30, 2008

A Lei do Amor

"Não acrediteis na secura e no endurecimento do coração humano. Ele cede, mesmo a contragosto, ao verdadeiro amor. É como se fosse um imã ao qual não se pode resistir. O contato desse amor vivifica e fecunda os germens dessa virtude que estão nos vossos corações adormecidos. "
(O Evangelho Segundo o Espiritismo)
Ganhei o trecho da amiga Pelo Caminho

3 comentários:

mari disse...

Maravilhosas palavras...

Sempre.

Bjs

Anônimo disse...

Que estas palavras permaneçam sempre nos nossos corações, né, Esfinge...
para nos nutrir sempre...com nosso amor...e buscar na vida as razões da nossa existência...
beijos
vivi

Dama de Cinzas disse...

Seu comentário foi óóóóótimo! Pode deixar que vou ver o blog do livro Unilateral e te digo o que achei!

Beijos

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin