julho 16, 2008

Insônia


Ih! Perdi a conta...
tá cedo mesmo só 03h24...
1,2,3,4,5,6,7,8...
.....12.089, 12.090....
Dorme maldita, dorme.

11 comentários:

paula barros disse...

Oi, querida
Insônia é horrível, principalmente quando vamos trabalhar.
O bom do blog é poder postar com criatividade.
beijos

aminhapele disse...

Olá,amiga.
Acredite que a falta de tempo é real!
Na minha idade,o tempo passa com uma rapidez alucinante.
Já não tenho tempo para preguiçar,como antigamente...
De qualquer modo,é sempre com grande prazer que visito o seu "espaço".
Quanto à insónia,experimente trocar os carneiros por peixes...
Pode ser que resulte.
Um abraço.

Anônimo disse...

contar blodueiros da madrugada

vivi disse...

Pelo menos, a cabecinha ficou pensando coisas belas e lindas?!?!?
OBA!
Bjs.

Mari disse...

Insônia, que horror!, Coisa ruim e querer dormir e não poder. Às vezes fico assim. Quando não temos nada pra fazer no seguinte, poderemos até dormir um pouco mais, mas quando tem. Nooooossssaa! Que sonão, rsrsrs

Bj

Anônimo disse...

Olá!


tenho a impressão que poetas não dormem!
(ou não precisam dormir)


até

Hellen Rêgo disse...

Quantos carneirinhos...
rsrsrs
bjos

Cris Moreno disse...

Amei. Vou colocar pra vc uma coisa no blog. Dá um tempo. Espere ai.

Beijos.

Saudades.

Joana disse...

pois é...sei o que é isso...carneiros também há de fartura aqui pela casa...mas sono :P

aminhapele disse...

Agradecido pelo convite.
Um abraço.

Luz dos olhos... disse...

Flooorrrrrrrr...
Nana neném...que a cuca vem pagar...
Vem nadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...que não deixo a cuca te pegar...Te cuido...rezo e peço por você que é a coisa mais linda que Deus me deu...
E óh...."Dorme maldita"?????????????????????
Nunca mais ouse usar essa palavrinha...
Você é bendita , minha adorada...Bendita em cada sentido e essência dessa palavra!
Eu te amo...sempre.
Durma com Deus...nos braços do seu anjo da guarda.
BeiJUs..
Da sua Ju...

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin