junho 22, 2009

"São demais os perigos desta vida "


"São demais os perigos desta vida
Para quem tem paixão, principalmente
Quando uma lua surge de repente
E se deixa no céu, como esquecida.
E se ao luar, que atua desvairado
Vem se unir uma música qualquer
Aí então é preciso ter cuidado
Porque deve andar perto uma mulher.
Deve andar perto uma mulher que é feita
De música, luar e sentimento
E que a vida não quer, de tão perfeita.
Uma mulher que é como a própria Lua:
Tão linda que só espalha sofrimento,
Tão cheia de pudor que vive nua."


(Vinicius de Moraes)

3 comentários:

Mulher Super Sapiens disse...

Eu diria que os perigos são tão grandes qto as tentações... E deve ser justamente por isso que é tão bom estar apaixonado. Rindo ou chorando, sofrendo ou não, ainda é o melhor status quo de que se tem notícia, eu acho.
Vinícius arrasa, como sempre.
Bjocas!

Tatiana disse...

Eu adoro as palavras do Vinícius...estas então são de uma grandeza que encanta!

Linda postagem!


É sempre muito bom estar aqui!

Um beijo repleto de meu carinho

Menina do mar disse...

Flor do meu coração, ando cheia de trabalho aqui, o ano escolar esta aterminar são reuniões, avaliações até dia 9 que entro de férias até setembro, felizmente... por tudo isso prometo voltar e ler com o carin ho que mereces cada post que me tem escapado! Beijos, amiga1 Adoro Vc!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin