fevereiro 18, 2011

Mato Sim

Quer saber se eu mato baratas?
Mato sim.
Por você eu mataria não apenas baratas!
Mataria cobras, lagartos, monstro do pântano,
Domaria mula sem cabeça,
Roubaria a cachimbo do Saci pererê,
Até membros dos Caça fantasmas seria!
Usaria roupinnha azul do Super homem,
Na ausência da Mulher maravilha!
Faria o que fosse,
Para ter você perto de mim.

4 comentários:

Mulher Super Sapiens disse...

Eu também mato baratas. Só num tenho matado gente porque ainda me resta um mínimo de sanidade. Blé.

kkkk, saudades :**

J@de disse...

Eu comeria até um Chocolate... hehehehe!!
Beijos!!

Garota Misteriosa disse...

Achei super engraçadinho o post e principalmente a foto...

Confesso que não mataria não, tenho pavor de barata... kkkkkk

Bjus, e venha me visitar, post novinho, com direito a vídeo.

O Forasteiro disse...

Eu acredito em você! Alías, o texto é muito compatível com o fato de eu ter aparecido por aqui hoje. Passando pra lembrar você que não te esqueci e especialmente pra dizer a ti que no dia 8 em que o povo homenageia as mulheres, se eu tivesse que escolher uma por uma pequena razão ou por uma grande, seria você mocinha!

Beijos no Coração!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin