outubro 19, 2006

Fácil e Difícil


Falar é completamente fácil, quando se tem em mente, as palavras que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes, o que realmente queremos dizer.

Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas horas e dizer sempre a verdade quando for preciso.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre ela.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.

Fácil é dizer "oi", ou "como vai ?".
Difícil é dizer "adeus".

Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência.

Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta.

Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou vice-versa.

Fácil é beijar.
Difícil é entregar a alma!

Fácil é ditar regras.
Difícil é segui-las.

Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.

Fácil é exibir sua vitória a todos.
Difícil é assumir a sua derrota com dignidade.

Fácil é viver o presente.
Difícil é se desvencilhar do passado.

Fácil é tropeçar em uma pedra.
Difícil é levantar de uma queda, todo machucado.

Fácil é desfrutar a vida a cada dia.
Difícil é dar o verdadeiro valor a ela.

Fácil é rezar todas as noites.
Difícil é encontrar Deus nas pequenas coisas.
(Infelizmente, desconheço o autor para dar o crédito que merece)

4 comentários:

Mosana disse...

Tudo verdadeiro...
eh sempre mais fácil ser superficial do que profundo!
Adorei.
Beijos

Anônimo disse...

Belo texto! É de sua autoria?

Segredos da Esfinge disse...

Mô,
Infelizmente o ser humano prefere viver no "quase", pois não tem coragem para ousar.
Bjos

Anônimo (a),
Não tenho talento e nem capacidade para escrever desta forma. Mas eu tenho algo que vai parecer no primeiro momento pretencioso ou uma falta de modéstia danada (mas não é). Eu tenho uma forma de sentir diferente, não tenho medo de amar, de desejar, de arriscar, nem mesmo medo de quebrar a cara. Eu fico sempre em busca no que de fato é "Difícil".

beijos pra vocês

Emilia disse...

Continue a ser como é, Esfingezinha, e a ver a vida da sua forma. E a escrever coisas destas, suas ou na sua lembrança.O que importa é que, ao virmos aqui, nos toque cá dentro.
Bjinhos.

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin