março 30, 2007

Ai Que Saudade D'ocê




Não e admire se um dia
Um beija-flor invadir
A porta de sua casa
Te der um beijo e partir
Fui eu que mandei o beijo
Pra matar meu desejo
Faz tempo que não te vejo
Ai, que saudades d'ocê

Se um dia você se lembra
Escreva uma carta pra mim
Bote logo correio
Com frase dizendo assim
Faz tempo que não te vejo
Quero matar meu desejo
Te mando um monte de beijo
Ai, que saudades sem fim

E se quiser recordar
Aquele nosso namoro
Quando ia viajar
Oce cai no choro
E eu chorando pela estrada
Mais o que eu posso fazer
Trabalhar é mina sina
Eu gosto mesmo é d´ocê

(Geraldo Azevedo)

8 comentários:

Sofia disse...

Oiii,
Passei para desejar uma ótima semana.
Abraços,

Ju disse...

Ahhhhhhhhhh...
Eu gosto mesmo é d'ocê!!
Minha amada amiga. Amo vir aqui e me encher de doces e alegrias. Aprendizado e beleza.
Tudo é tão você.
rerereeeeeeeeeeeeeeee aprendi deixar comentário...Tava apanhando há dias pra achar...
Te amo...muito.

J@de disse...

Ai ai ai... essa música é de saudade né? Adoro!!
Beijos!

Kalinka disse...

...Eu gosto mesmo é d'ocê!!!

Por cá, a última semana foi atribulada; começou muito mal, aos poucos foi melhorando... e, este sábado culminou no melhor possível.
Uma Amiga da blogoesfera que tinha conhecido há 2 semanas quando visitei o Algarve, sabendo do meu estado depressivo, ofereceu-se para ser minha companheira para um dia de lazer... que bom que foi, lógico que aceitei, é de muitos momentos como os de hoje que eu preciso.
...e, peço a Deus que pela minha vida fora eu encontre outras Antónias, Suzetes e outras Ivones como as genuínas que ontem conheci e, o bem que me fez estar na companhia delas.
Ofereço a elas e a todas as mulheres do Mundo, estas belas flores.

BOA SEMANA.

NOTA: estou a divulgar o «Jantar da Primavera» que se realizará dia 14 de Abril.

vivi disse...

Ai, que saudades d'ocê...
Bj.

citadinokane disse...

Estou um pouco doente em repouso, mas consegui ficar de pé e escrever-te... Adoro essa música.
Beijos,
Pedro

Emilia disse...

Tão bonitinho! O título do poema dá música para a gente!Aqui encontra o visitante carinho, doçura,presentinho bom...eu ainda não tinha passado com atenção.Desculpe.
Bjinho.

Mari disse...

Esta música é ótima. Dá uma sensação gostosa. Adoro posts de músicas.

Legal seu blog.

Abraços

Mari

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin