abril 26, 2007

V I V A ... O Agora

Só existe um fiozinho muito tênue ligando a vida e a morte. Lendo o Blog do Pedro me deparei com um post que gritava "A vida não avisa quando chega o momento da partida" .
Perdemos tempo com coisas tão banais, com monstros imaginários, brigamos intimamente o tempo todo, quando besteira... quanto desperdício de vida.
VIVA para a vida, porque ela não espera.
VIVA o agora.
VIVA um grande amor.
VIVA para a felicidade.
VIVA para você.

Wady viveu intensamente.

8 comentários:

Cris Moreno disse...

Você não existe mesmo esfinge.
Bjs.

Osc@r Luiz disse...

Não sei com pra qual planeta estou escrevendo...
Mas gostei muito do seu blog!
Está de parabéns!
Se me permitir, vou linká-lo nos meus!
Um abraço!

Osc@r Luiz disse...

Obrigado!
Promessa é dívida...
O Segredo da Esfinge agora está linkado aos meus 3 blogs (tenho outro no Spaces também).
Estou feliz com isso!
Agora que sei que se trata de uma mulher...
Um beijo!

minds disse...

é preciso viver a 100% cada segundo k a vida nos da, e aproveitar todos os minutos ao maximo....

Adorei o seu post

;) bom fim de semana bj

Lu disse...

Vim de por aí, cheguei aqui e li um ano de postagens. Lá se foram 2 horas de teu conselho `viva´, seguí-o à risca. Ganhei duas horas e muita alegria e sorrisos. Obrigado por nos proporcionar todo esse bem-estar.

J@de disse...

Eu não comentei lá, e não vou comentar aqui, alguém disse lá no Pedro: crianças e jovens não deviam morrer...
Beijos!!

Ana Téjo disse...

Gente, que coisa linda. Fiquei até arrepiada.

Segredos da Esfinge disse...

Cris,
Existo simmmmmmm.
Bjos

Oscar,
Bondade sua.
obrigada
Bjo

Minds,
Temos mesmo que viver 100%.
Bjinho

Lu,
Isso que é coragem.
Apresenta seu blog para eu ter o prazer da leitura.
Bjo


Jade,
Eu ainda teimo em acdreditar que existe algo especial. Até nessa dor toda.
Bjos

Ana,
Nada comparado ao que vc escreve.
Bjos

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin