maio 10, 2007

Pecado

(Rodin - Kissers)


Será pecado....

- ter saudade?
- querer bem?
- desejar?
- sonhar?
- declarar vontades?
- dizer o que sente?
- tudo isso e muito mais?

Se for pecado...
o jeito é me aprimorar sobre os assuntos do inferno,
pois lá será minha última morada.
E o diabo que me carregue.

12 comentários:

Cris disse...

Então...está a beber esses mitos?
Que não tenham tarja preta...rsrsrs
mas o vermelho, não do inferno, mas de saudade...acho que essa é a moldura deste quadro...

um beijo com gosto de maçã!!!!!

Mari disse...

Esfinge,

Estamos parecidas. Só pecado e pronto. Não faz mal a ninguém,só prazer...

Abraços

Mari

Kalinka disse...

Será pecado?
Sim ou não...

O mar sempre de fundo...
o mar que traz paz...
MAR
...MAR

CONVIDO-TE PARA VERES OUTRA POESIA SOBRE O MAR e, algumas fotos que captei em Março, de férias pelo sul de Portugal.

Bom fim de semana.
Beijitos.

Edson Marques disse...

Ess teu texto de hoje me fez lembra de um poema que escrevi pro meu pai. Vou procurá-lo.


Rodin... a primeira vez que vi (ao vivo) "O Pensador", chorei.

Na segunda, também...

Abraços, flores, estrelas!

Breaking the Waves disse...

e RODIN outra vez!!
PAra Breaking começar bem o dia!

Rodin é para mim... saudade, querer bem, desejo, sonho, vontade, amor e saudade outra vez e outra e outra! Não é pecado, não!!! É amor!

Blanche disse...

Pecado?! Não, é vida, emoção, sentimento! E a Segredos repleta de afcetos como esses enche a minha vida de alegria também... Beijinhos!

Lana disse...

Pecado?!
Emoçõesm sentimento, prazeres e reponsabilidade para com o desejado... e não ir além! Já está de bom tamanho.
Abraços

Mari disse...

Esfinge,

Que bom que você voltou. Fiquei triste ao ver o blog "fora do ar". Sossegue e fique aqui conosco tá.

Bjs

Mari

jorge disse...

a que sabe a minha boca?
a que sabe a minha ausência?
a que sabe a abstinência
do pecado que treslouca?

a que sabe e cheira a pele
que friccionas sobre a cama
nesse vício que se inflama
numa guerra quase imbele?

Cris disse...

Caramba...o Jorge veio para arrebentar...
Valeu, poeta...e dos bons...

Bjs.

J@de disse...

Se isso for pecado eu já tô na portinha do inferno!!
Beijos!!

Ana Téjo disse...

Também sou fã doente de Rodin.
Que vigor, que energia, que talento, meu Deus.
E você, menina, que belo texto, hein?

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin