maio 18, 2007

Um Abraço


Quisera ter o poder de lançar ao vento meus braços.
E que eles enlaçassem com todo meu amor fraternal
“O AMIGO” distante.
Meus braços... não percorrem sem mim longas distâncias.
Mas meu carinho voa livre, sem barreiras e leva meu ABRAÇO.

7 comentários:

Osc@r Luiz disse...

Esfinge, querida...

Estava sentindo falta de um novo post por aqui.
Pois e não é que o seu abraço encontrou o meu no meio do caminho, e se fizeram um só...
Forte, fraterno e carinhoso, como os abraços dos amigos devem ser.
Agora receba o meu beijo, e o desejo de um final de semana maravilhoso como você!

Rubina disse...

Já recebi, receba também o meu. Está a atravessar o atlântico :)

Beijos

Walter Jr disse...

Vim aqui só para te dar um loooooongo abraço... Bem apertadinho. Lindo final de semana.

minds disse...

Eu senti o seu abraço..... :)

bom fim de semana e sinta tb o meu beijo.....

Cris disse...

Um abraço,amiga. Bom final de semana.

Bj.

Mari disse...

Esfinge,

Daqui, o meu abraço longo e apertado, selando uma amizade, mesmo que à distância.

Mais um abraço.

Mago disse...

Parabéns !!!!
seu blog é lindo demais da conta.
minha miga cris moreno, foi quem o indicou.
sucesso !!!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin