junho 05, 2007

Despedida

Agora não me adiantaria uma barra inteirinha de chocolate branco. Pois a doçura do chocolate, não ameniza o amargor da "despedida" . O blogueiro Cireneu resolveu descer da Nave Blogosférica (existe isso?). Deixou um post intitulado "despedida. Como sou sempre otimista, prefiro acreditar que será um Até Breve. Quando um amigo viaja e vou me despedir sempre levo flores, sendo assim deixo aqui também.


Acabei de ter uma idéia!!!
Vou fazer uma promessa, não vou comer chocolate branco até Cireneu voltar.

8 comentários:

crisblog disse...

Amiga, já até chorei. Deixei um post pra ele, lá em casa. Não pensei que fosse sofrer com a despedida dele.
O Jorge também passou por lá e deixou uma poesia daquelas que só ele sabe fazer.

Beijos.

jorge disse...

o sol abrasa, a terra queima
a sede estala na garganta
sob o calor que se agiganta
um carro avança, um homem teima.

o pó crispou-lhe o fronte nua
tisnou-lhe o sol a tez morena
a barba hirsuta ainda pequena
tornou-se argêntea como a lua.

quando outros soçobraram ele avançou
trilhou no mar de areia um rumo incerto
e chegado junto ao mar edificou
o belo caravançará do deserto.


(naturalmente, para o simão Cireneu, com votos de que volte brevemente ao seu caravançará).

um beijo para a esfinge e um abraço para o cireneu.

Rubina disse...

Por acaso e uma tristeza quando um blog amigo encerra. Habituamo-nos aos textos, aos carinhos e aos comentarios e parece que fazem parte da docura dos nossos dias. Esperemos que todos nos digam ate breve e nunca adeus. Beijao Segredos

Emilia disse...

Vamos fazer jejum de chocolate as duas juntas! Eu também não vou mais alimentar-me desse néctar enquanto Simão não nos voltar a dar alimento para a alma!!
Volte, Amigo Simão, caríssimo, veja o estrago que você está fazendo!
Que linda a poesia do Jorge! Quem me dera saber dizer assim, do que sinto, em forma tão bela!Simão voltará, sim, não no Carvançará. Ele encontrará outra forma de continuar caminhando ao nosso lado.Espero.O importante é que volte!
Bjo para ele, onde estiver, e para você.

J@de disse...

Uma pena, uma pena mesmo... tomara que ele volte!!
Beijos!!

Simaocireneu disse...

Prezada Esfinge, só posso agradecer-lhe pela generosidade do comentário. Aos colegas blogueiros Cris, Jorge, Rubina, Emília e Jade, igualmente.
Não sei se voltarei um dia, mas se o fizer hei de avisá-los, pois é bom ter amigos ao redor, principalmente assim sinceros e bondosos.
A todos os meus amplexos, cingidos de gratidão pura.
Cireneu

Bibi Smith disse...

Esfinge, recebo a notícia tardiamente mas com o mesmo alvorço e pesar que todos vocês...
Quis ver o post de despedida, mas já não há mais nada por lá...
Sabes dizer se nosso amigo nos acalentou com alguma razão para a retirada?
Cireneu, para mim, era um privilégio diário...
Um beijo.

Segredos da Esfinge disse...

Bibi,
Feliz por te "ler", mas infelizmente não sei o que aconteceu com Cireneu, meu contato limitava-se aos comentários e eu era uma das mais distantes.
Apenas deixou um lindo post de despedida por alguns dias.
Espero que você volte depois de tanto tempo de ausência, quem sabe Cireneu acaba voltando também.
Como você... eu tinha o "privilégio diário" da leitura e do aprendizado.
Beijinhos

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin