abril 15, 2008

Flor e Beija-Flor

Arte - Dudu

Vem matar sua sede,
Saciar sua fome,
Com seu bico atrevido,
Impregnado de pólen...
Sofregamente suga meu néctar,
Quando esgotada ...abandona-me...
Vai em busca de outra flor,
De cor vistosa e melífera,
Tão ou mais bonita do que eu.
Ao abandonar-me, sem mesmo saber,
Perpetuou minha espécime.
Vou agora murchar, me recolher,
E minha semente procriar...
Na época certa, no solo derrubar.
A terra, a chuva o sol,
Contribuirão fazendo-a germinar.
Assim um novo ciclo recomeçará,
Em simbiose perfeita...viveremos...

(Nadir A D’Onofrio )
Ganhei as imagens do Dudu, só mesmo poesia para combinar com elas.

5 comentários:

Menina do mar disse...

maravilhoso, uma conjugação perfeita!
Beijos

Dama de Cinzas disse...

Passei para deixar um beijo!

blog do dudu santos disse...

linda poesia....lindo a posição do beija flor, parece um anjo...bjo minha querida
dudu

Nadir A D'Onofrio disse...

Gostei da imagem do Dudu, formatando minha poesia!
Obrigada, por manter meu crédito.
Nadir A D'Onofrio

Nadir A D'Onofrio disse...

Gostei da imagem do Dudu, formatando, minha poesia.
Grata por manter meu crédito.
Nadir A D'Onofrio

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin