setembro 05, 2008

Meu Luto


Ouso dizer que virou cometa, uma estrela cadente,
Raio de sol, que aquece ao romper da aurora,
Luz da noite enluarada,
Anjo ... é isso! Nosso Anjo de Guarda,
Não foi a morte que te levou... foi a eternidade que te conquistou,
Daqui continuaremos te olhando... basta olhar o céu e ver:
ORLANDO


A morte física (corpo/matéria) não me assusta. Temo a morte em plena vida, essa sim é impiedosa, o vagar de corpo "sem alma, sem vida".
Uma semana de perdas, faleceu minha Tia (por parte de pai), lá se foi Waldick Soriano, Fernando Torres, hoje soube da morte do amigo Orlando. Sempre tenho a sensação de que na verdade "morremos nós" e não quem parte. Esse pesar que nos arranca os sentidos, que nos lotam de questionamentos. Dessa semana de luto, algo dentro de mim grita: VIDA.

8 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Mas é preciso viver e viver mais para entender que a morte parece também exigir entendimento.
Cadinho RoCo

aminhapele disse...

A corrente da vida é mesmo isso,minha amiga:momentos felizes alternando com momentos de dor.
Bonita,a expressão do seu sentimento.
Um abraço.

Cadinho RoCo disse...

Volteiu e deixo mais um aceno de conforto pelo que passa sente.
Cadinho RoCo

Tozé Franco disse...

Olá Beija-flor.
Depois de uma ausência prolongada, pensei que tinha deixado o blogue, pois mudou de poiso.
Quando alguém parte é um pedaço de nós que também vai. Vale que ficam as memórias que mantêm os amigos junto de nós.
Um abraço.

edson marques disse...

Meus pêsames.

E minh alegria por tua tão enorme compreensão do inevitável.



Abraços, flores, estrelas.

Raquel disse...

Que linda homenagem!
Beijos
http://sex-appeal.zip.net
http://cara-nova.zip.net

mari disse...

Oh Florzinha amiga!

Aqui ficam os meus sentimentos, e ao mesmo tempo o desejo de muita força e paz pro seu coraçãozinho. As lembranças dos entes queridos pesam na mente e no coração, mas é preciso nos apoiarmos no jugo e no fardo daquele que é suave e leve...

Bj no coração linda.

Anônimo disse...

beijo grande e amigo (jorge)

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin