junho 19, 2009

Colo


Só hoje eu queria voltar aos meus cinco anos.
Voltar ao colo de pai e mãe.
Voltar ao mimos.
Onde um simples chocolate era capaz de alegrar a vida.
Ai! Que saudade de ser pequenina, ser somente menina.
Olhar para o alto e ver meu herói, meu pai.
Ser acarinhada por minha mulher maravilha, minha mãe.
Não entender de nada, só brincar de pega-pega.
Jogar petéca, brincar de boneca.
Queria não entender de gente grande, não queria saber o que é inflação.
Muito mais queria saber de demissão.
Queria o sabor de pipoca, de tubaina.
Que saudade do sítio do pica pau amarelo, de balas e caramelos.


(uma semana muito difícil, de doer o coração)

9 comentários:

Vivian disse...

...que bom seria este colo
todo dia!

pena que a vida é célere
e quando vemos já é
meio dia...rss

um beijo, querida!

Sonia Schmorantz disse...

Há coisa melhor no mundo que um colo quentinho, quando a vida lá fora é só luta? Um doce colo de embalar e só trazer coisas doces, é o que eu quero também!
beijos menina, lindo final de semana

Vieira Calado disse...

É o tempo das saudades...

Como o tempo de todos nós...

Bjs

Uma aprendiz disse...

Oi, Beija

sempre que uma porta se fecha, muitas janelas se abrem.
Não se espante com o tamanho da montanha, você consegue ultrapassá-la e do outro lado há um campo maravilhoso.
As vezes nos acomodamos e precisamos de algo que nos faça mudar de direção.
Se é tempo de colo e choro, passe por ele. Amanhã será melhor, tenha certeza.


beijos e bom fim de semana

paula barros disse...

Deve ter sido bem difícil, para querer colo de pai e mãe, e voltar no tempo.

Força! Tenha um ótimo domingo para que a semana seja mais leve.

abraços

Garota Misteriosa disse...

Não devemos jamais nos separar da magia que é ser uma criança, claro que ser gente grande dá um trabalho enorme, mas nos deixar as vezes ser criança nos faz tão bem...comprar algodão doce e nos lambuzar, ver filme de desenho e rir mto e até nos deixar emocionar com a história ali contada...Bom temos que cumprir várias fazes aqui neste mundo, uma delas é sermos adultos, mas por mais díficil que esteja a sua semama ou foi, lembre-se sempre de olhar ao céu e lembre-se que lá em cima existe alguém que nos ama muito, lembre-se de olhar a beleza de um dia, o céu, as árvores, os pássaros....efim estas belezas que foram feitas para esquecermos dos problemas.Mas lembre-se ainda que vc é forte.

Abraços

Mari disse...

Ah! Flor, esse tempo é de pura magia. Quem dera se pudéssemos voltar o tempo, eu queria também ser criança...

Bj flor e força na peruca!

J@de disse...

A gente cresce e às vezes dói...
Mas o colinho você ainda pode ter, e isso é muito bom!!
Beijos!

mari - pedra de alquimia disse...

Flor,

A postagem Paz íntima em meu blog, fiz pensando em você quando li esta postagem. Iria colocar a dedicação mas depois fiquei meio em jeito...


Bj flor!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin