junho 17, 2009

Escolhas


1-negação
2-revolta
3-barganha
4-depressão
5- aceitação

Cinco fases que valem para qualquer fato.
Quanto mais rápido você chega na quinta fase: ACEITAÇÃO, maior e melhor o resultado com que você chega na sua “vida”.
Porém, quando mais demorado você chega na ACEITAÇÃO e fica “ruminando” as quatro fases anteriores, mais rápido você chega na sua morte.
Já sabemos que a morte é certa.
O melhor então é viver aquilo que não sabemos.

13 comentários:

Dessinha disse...

Estava passando por uns blogs, achei o seu...lindo blog, parabéns e adorei o texto, voltarei mais vezes

Sonia Schmorantz disse...

Quanta verdade, sempre haverá renuncia quando houver escolha, porque esta só existe quando temos mais de uma opção, e ... escolher uma significa abandonar as demais..
beijo

Dama de Cinzas disse...

Quanta verdade nesse post pequeno! Nossa!

Beijocas

Um Piá do Sul disse...

Um post pequeno como cita a Dama. Mas grande na proporção reflexiva que com efeito deve ser considerada.
A estrada é bonita de se ver. Causa uma impressão que é bem distante territorialmente falando e de certa forma tem impacto afetivo irreversível.

blog do dudu santos disse...

Eu te aceito....
bjo do artista

Priscila Carvalho disse...

sem as 4 primeiras fases, não chegamos a 5ª...

e se não passar por essas 5 fases, a vida não é vida.

a graça está em construir a sua auto-estima.
a graça está em olhar pra trás e sentir a nossa evolução como pessoa...

adorei a postagem!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A vida é um incêndio:
nela dançamos,
salamandras mágicas
Que importa restarem cinzas
se a chama foi bela e alta?
Em meio aos toros que desabam,
cantemos a canção das chamas!
Cantemos a canção da vida,
na própria luz consumida...

(Mário Quintana)

Desejo um lindo resto de semana com muito amor e carinho.
Abraços Eduardo Poisl

Marco Sistinne disse...

As fases que você falou normamente estão associadas ao luto, mas a vezes me vejo em algum delas, e não necessariamente em uma determinada ordem, gostei do post, e como diria o velho e bom Guimarães Rosa:"Viver é perigoso"; mas não deixa de ser uma grande aventura e dádiva.

Abraços
Marco

Mulher Super Sapiens disse...

Total razão, total. O exercício do 'não-ruminar' é uma coisa tão complicaaada... O certo é que qto mais olhamos pra frente, mais feliz a vida se torna.
Bjocas, excelente postagem!

Helinha disse...

Oi, querida!!

Sempre digo que o momento mais difícil e penoso é o momento da decisão, da escolha...

Troco de emprego?
Mudo de cidade?
Caso?
Divorcio?
Ou isto ou aquilo?

Mesmo que as pessoas opinem, mesmo que dêm conselhos, a decisão final é da gente... e cada escolha é uma renúncia...

^^

Amo essa música, "Me deixas louca"!!

"E quando sinto os teus braços se cruzando em minhas costas, desaparecem as palavras"... e aí esqueço tudo!!

rsrs

Obrigada pelo carinho no meu aniversário!!

Beijos!!

Dulcineia (Lília) disse...

É isso: somos a soma das nossas escolhas.
Então o melhor mesmo é aceitar. Ser grata a cada minuto. Por tudo!

Beijinhos e grata pe~la tua presença no Arco-Íris! Volta sempre!
Lília

silvioafonso disse...

.

Temeroso espero por minha sorte, já que ao longe eu vejo a morte atropelando os incautos retardatários, como eu.

silvioafonso.





.

J@de disse...

A coisa mais difícil do mundo é a aceitação...

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin