junho 07, 2009

De Volta da Viagem


"Vim gastando meus sapatos
Me livrando de alguns pesos
Perdoando meus enganos
Desfazendo minhas malas
Talvez assim, chegar mais perto

Vim, achei que eu me acompanhava
E ficava confiante
Outra hora era o nada
A vida presa num barbante
E eu quem dava o nó"
(Composição: Ana Carolina / Totonho Villeroy)


Já era tempo de regressar,
Cá estou novamente,
Voltei de dentro de mim,
Revi tantos momentos,
Muitos deles bons, outros tantos... ruins,
Foi uma viagem que teve todos os cenários,
Grandes vales, campos floridos,
Percorri desertos,
Atravessei mares,
Redescobri lugares,
Senti a brisa,
O temor de tempestades,
O medo dos trovões,
O calor do sol,
A suavidade da chuva fina,
Essa viagem de tantos cenários,
De quatro estações,
De tantos ritmos,
Nessa viagem eu chorei,
Cantei, dancei, pulei,
Corri, parei, perdi, ganhei,
Revivi amores,
Revivi as dores,
Teve sabores e dissabores,
Agora de volta,
Desfazendo as malas,
Foi que percebi,
Que voltei pra mim.

6 comentários:

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz


(Charles Chaplin)

Desejo um lindo domingo com muito amor e carinho.
Abraços Eduardo Poisl

Menina do mar disse...

:) Bem vinda, renascida, de Volta!
Um beijo enorme!

Uma aprendiz disse...

Que bom que estejas de volta.

bom domingo

beijos

citadinokane disse...

Paz e amor nesse retorno, hein!
beijos,
Pedro

paula barros disse...

Querida

Acredito que essa viagem é a mais importante, a mais valorosa, e portanto quem se aventura a fazê-la tem sempre esse grande e triunfal retorno.

Agora está pronta para as inúmeras viagens que a vida vai ofertando.

Abraços, achei lindo.

Um Piá do Sul disse...

É assim mesmo! Toda viagem tem suas razões. Divertimento, espaço, fuga, etc. Pelo que você retratou, foi quase uma fuga de um suposto emaranhado de situações que estavam te consumindo. Fugir de vez em quando é bom, o problema é que nós nunca conseguiremos fugir de nós mesmos. ainda bem que você voltou pra ti. Espero que você tenha percebido que onde quer que você esteja sempre estarás consigo mesma, sendo assim, você é tua melhor compania, portanto, trate-se bem.

Beijos, abraços e boa semana.

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin