junho 05, 2009

Só Um Querer


Hoje eu não quero saber onde é o começo ou o fim.
Quero só o agora; um agora, sem tempo marcado pelos ponteiros do big ben.
Apenas o encanto da aurora boreal.
Quero um par de asas que me leve do mundo real.
Ao encontro do sobrenatural.
Quero riso dos anjos, a luxuria dos amantes.
O amor das poesias.
Quero a liberdade... livre, livre de qualquer censura.
Quero andar nua, de cabelos ao ventos, de pés descalços na relva orvalhada.
Ah! quem me dera a liberdade da gargalhada.
Quero dormir de porta aberta, numa cama forrada com lençol de linho branco.
Não quero calor, nem frio, apenas o sopro da brisa.
Quero o agora, quero assim.

8 comentários:

i ILÓGICO disse...

simples.
assim!


bju-te

Uma aprendiz disse...

Eu quero tudo isso também. kkkk
E uma casinha no alto de uma colina com uma varanda sombreada e uma rede pra não fazer nada.

Bom dia, querida, que seu desejo se realize.

beijos

blog do dudu santos disse...

Liberdade!!Ar bom de inalar..
bjo do artista

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA AMIGA CON, DESEJO-TE UM BOM DOMINGO...ABRAÇOS E BEIJINHOS,
FERNANDINHA

Mari disse...

Amei!!!

Helinha disse...

Oi, querida!!

Às vezes a gente quer uma coisa, mas caminha na direção de outra...

É bom quando ao menos conseguimos verbalizar isso, falar do que queremos realmente...

Desejo que vc caminhe sempre em direção à sua felicidade!!

Beijos!

Sonia Schmorantz disse...

"Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.
Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história antes que ela seja varrida na manhã seguinte pelos garis.
Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as catedrais de Paris.
Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você não
viver uma boa história pra contar."
(Pedro Bial)

Na impossibilidade de entrar em detalhes, como eu gostaria imensamente como todos amigos que tenho, venho trazer um pouco de poesia e desejar que seu domingo, sua nova semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!

Um abraço

Sônia

paula barros disse...

Um lindo querer, e nesse querer a vida, a transformação de si e da vida que se apresenta.

beijo

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin