julho 16, 2009

Da Minha Janela

Vou ficar uns diazinhos fora da blogosfera (claro, que se possível, passo rapidinho e conto alguma coisa) é que Beija-Flor e Beija-Florzinha vão de viagem para o Rio de Janeiro - RJ, não é passeio, vou a trabalho, mas filhota vai junto, de qualquer forma vai ser bom. Mas, vou sentir falta da minha toca, do que vejo todos os dias pela manhã quando abro minha janela (no vídeo acima).

Abrir a janela ao acordar é uma das manias da Beija-Flor (a primeira mania do dia, chova ou faça sol) preciso do ar que vem de fora, preciso sentir o vento ou a brisa no rosto, preciso olhar pro céu, talvez não tenha me dado conta, mas é uma forma de agradecer a oportunidade de um novo dia.

Vou indo... vou deixando uma oração que gosto muito (até acho que já publiquei aqui, mas não sei ao certo) e que faz parte de outra mania da Beija-Flor.

Oração a mim mesmo

Que eu me permita olhar e escutar e sonhar mais.
Falar menos. Chorar menos.
Ver nos olhos de quem me vê a admiração que eles me têm
e não a inveja que prepotentemente penso que têm.
Escutar com meus ouvidos atentos e minha boca estática,
as palavras que se fazem gestos e os gestos que se fazem palavras.
Permitir sempre escutar aquilo que eu não tenho me permitido escutar.
Saber realizar os sonhos que nascem em mim e por mim
e comigo morrem por eu não os saber sonhos.
Então, que eu possa viver os sonhos possíveis e os impossíveis;
aqueles que morrem e ressuscitam
a cada novo fruto,
a cada nova flor,
a cada novo calor,
a cada nova geada,
a cada novo dia.
Que eu possa sonhar o ar,
sonhar o mar,
sonhar o amar,
sonhar o amalgamar.
Que eu me permita o silêncio das formas,
dos movimentos,
do impossível,
da imensidão de toda profundeza.
Que eu possa substituir minhas palavras pelo toque,
pelo sentir,
pelo compreender,
pelo segredo das coisas mais raras,
pela oração mental (aquela que a alma cria e que só ela,
alma, ouve e só ela, alma, responde).
Que eu saiba dimensionar o calor,
experimentar as curvas,
desenhar as retas,
e aprender o sabor da exuberância que se mostra
nas pequenas manifestações da vida.
Que eu saiba reproduzir na alma a imagem
que entra pelos meus olhos
fazendo-me parte suprema da natureza,
criando-me e recriando-me a cada instante.
Que eu possa chorar menos de tristeza
e mais de contentamento.
Que meu choro não seja em vão,
Que em vão não sejam minhas dúvidas.
Que eu saiba perder meus caminhos
mas saiba recuperar meus destinos com dignidade.
Que eu não tenha medo de nada,
principalmente de mim mesmo:
_Que eu não tenha medo de meus medos!
Que eu adormeça toda vez que for derramar lágrimas inúteis,
e desperte com o coração cheio de esperanças.
Que eu faça de mim um homem sereno
dentro de minha própria turbulência,
sábio dentro de meus limites pequenos e inexatos,
humilde diante de minhas grandezas tolas e ingênuas
(que eu me mostre o quanto são pequenas minhas grandezas
e o quanto é valiosa minha pequenez).
Que eu me permita ser mãe,
ser pai, e, se for preciso, ser órfão.
Permita-me eu ensinar o pouco que sei
e aprender o muito que não sei,
traduzir o que os mestres ensinaram
e compreender a alegria com que os simples
traduzem suas experiências;
respeitar incondicionalmente o ser;
o ser por si só,
por mais nada que possa ter além de sua essência,
auxiliar a solidão de quem chegou,
render-me ao motivo de quem partiu
e aceitar a saudade de quem ficou.
Que eu possa amar e ser amado.
Que eu possa amar mesmo sem ser amado
fazer gentilezas quando recebo carinhos;
fazer carinhos mesmo quando não recebo gentilezas.
Que eu jamais fique só,
mesmo quando eu me queira só.
Amém.

(Oswaldo Antônio Beggiato)

10 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Me avisa aê! Sou do RJ e a Jade vai te encontrar, quero ver se posso ir! Assim todas nós nos encontramos!

Beijocas

Silvia Gonçalves disse...

Nossa....
Que linda esta oração....
Amei!!! Demais mesmo!!!

Boa viagem aos pequenos pássaros...
Vão com Deus!!

Codinome Beija-Flor disse...

Dama,
É clarooooo que tá mai que convidada, espero você na C. Colombo.
Bjos

Silvia,
Obrigada pela visita, pelas palavras.
E você fiquecom ELE.
Bjo

Helinha disse...

Boa viagem, querida!!

E aproveite tudo o que puder!!

^^

“Sou jardim
quintal.
Sou sala
sou fogão
forno com pão.
Sou mesa posta
sou cama macia
travesseiro de ervas.
Sou roseira na janela
Sou casa.
Mas a luz só ilumina, amigo,
quando chegas dentro dela.”

A presença do amigo é sempre essencial... Por isso vim te visitar!!

Beijo bem grande e uma linda sexta-feira!!

Sonia Schmorantz disse...

É uma maravilhosa oração, que a viagem seja bem sucedida, que vão e voltem em paz...
beijos e lindo final de semana

mari - pedra de alquimia disse...

Flor,

Tô chegando hein...

Bjs

Uma aprendiz disse...

Volte logo, estou com saudades.

beijos, amigaaa

citadinokane disse...

Tô chegando ao Rio amanhã de manhã e parto para Angra dos Reis, a gente se fala aí...
bjs,
Pedro

Fabricante de Sonhos disse...

Boa viagem beija flor!!!!

E linda essa horação, hein?!!!

Tenha uma semana de luz! E please, não suma por muito tempo!

Um beijo meu...

Menina do mar disse...

VOLTA LOGOOOOOOO!!!!!!
Saudades tuas!
Beijos!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin