setembro 21, 2009

A Grandeza da Simplicidade


Post com jeito de novo, mas é rascunho e notícia velha, a data original é de 09/09/2009. Então o que parece "ontem" não é de fato ontem. Voltando do trabalho lembrei que havia rascunhado o que segue baixo, na verdade não foi do rascunho que lembrei, mas sim do Adilson. E com jeitão de rascunho, lá vai:

Raramente perco meu tempo parada na frente da televisão. Mas ontem, depois de um dia cheio e de chuva (além do normal) resolvi assistir um pouco para saber o saldo dos estragos da chuva.
E como controle remoto na mão é garantia certa de "pula de canal daqui, pula dali", eis que paro no Profissão Repórter - Programa.
Foi emocionante, fazia muito tempo que não assistia uma matéria tão bem feita “Os caminhos do lixo”, com verdadeira lição de vida.

Se for pra te amar de novo, não quero;
Porque não tenho tanta fibra que suporte outra dor.
Os meus pés não dançam a mesma canção de bolero;
Aqui denntro do meu peito não se repete o mesmo amor...
(Adilson Olar)

11 comentários:

Silvia Gonçalves disse...

Oi flor..
Lindo post, apesar de não ser novos...
Acho que o seu tem um pouco com o meu.. simplicidade e sinceridade andam juntos.. ao lado das pessoas que menos damos valor.. mas que nos demonstram, quando oportuno, absurdos talentos e afetos..

Bjos

Lira Santos disse...

E um "VIVA" Adilson!!!!!!

Um beijo para vc e te deixo;


A vida e a bola

Albert Einstein

A vida é como jogar uma bola na parede.
Se for jogada uma bola verde, ela voltará verde;
Se for jogada uma bola azul, ela voltará azul;
Se a bola for jogada fraca, ela voltará fraca,
Se a bola for jogada com força,
Ela voltará com força:
Por isso, nunca “jogue uma bola na vida,”
De forma que não esteja pronto para recebê-la .
A vida não dá nem empresta;
Não se comove nem se apieda.
Tudo quanto ela faz é Retribuir e transferir
Aquilo que nós lhe oferecemos.

Dama de Cinzas disse...

Eu vi, bem legal!

Adoro o Profissão Repórter, sempre traz assuntos atuais e interessantes!

Beijocas

mari - pedra de alquimia disse...

Flor,

Que música linda esta do RC...

silvioafonso disse...

.


O tempo usou o que de melhor eu
tinha e jogou no lixo o que sobrou
de mim.
Foi rejeitado por muitos e
ignorado por tantos. Fui bonito e
feio, fui rico e pobre, porém ser
mau eu não cogitei. De todas as
alegrias que eu tive, se é que eu
as tive, nenhuma abriu no meu
rosto um sorriso mais largo do
que quando as calejadas mãos de
um santo catou, pedacinho por
pedacinho deste ser que anda com
as próprias pernas, dorme com os
seus próprios sonhos e vive a nova
vida que o catador de lixo me deu.

silvioafonso.







.

Mari disse...

Oi Flor!

Passo para desejar um excelente domingo pra vocês!

Bj!

Helinha disse...

Que bacana, hein!

Para mim é nova, pois não havia visto! Sensibilidade é coisa linda mesmo...

Tem um selo de "Blog Dourado" para você, lá no meu blog!

Beijos, com carinho!

^^

Li disse...

Saudade de você... voltando as minhas visitas, passei por aqui.
Beijo grande
Elida

Garota Misteriosa disse...

Realmente quando analisamos que existem mtos sofrimentos piores que o nosso temos que agrader a Deus pelo que temos e pedir por estes irmãos que sofrem tmb...Mas saibamos que Deus jamais esquece de nós, somos nós que nos esquecemos dele!

Lindo post, Bjus

Rubi disse...

Vc tem sempre fotos fantasticas no blogue :)

Hellen Rêgo disse...

OI querida!
Passei para te dizer que o Medida está de volta. Te espero por lá.
bjs

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin