março 20, 2010

Ter-te


ter-te,
é não te ter em coisa alguma
é mergulhar na doce bruma
dum sonho álgido e imbele
e ser a força que o impele
para uma meta que se esfuma.

ter-te,
não é estreitar-te nos meus braços
nem confiar-te nos cansaços
palavras mornas que adormecem.

Ter-te,
é simplesmente não ter nada
e ter assim justificada
esta vontade de perder-te.

(Poeta Jorge)

12 comentários:

Jorge disse...

Obrigado pela surpresa, querida segredos.

Beijo grande.

Sonia Schmorantz disse...

Quando a ternura
parece já do seu ofício fatigada,
e o sono, a mais incerta barca,
inda demora,
quando azuis irrompem
os teus olhos
e procuram
nos meus navegação segura,
é que eu te falo das palavras
desamparadas e desertas,
pelo silêncio fascinadas.

Eugénio de Andrade

Um lindo domingo e uma semana de paz e sucesso em tudo que fizer.
Um abraço

Sônia

Garota Misteriosa disse...

É simplesmente amar...

Belo soneto.

Abraços

Mari (Pedra de Alquimia) disse...

É ter a Flor de volta a este blog maravilhoso...

Bj

Luiz Antonio disse...

Este texto desperta em mim contradições filosóficas que se digladiam entre meus sentimentos de posse e desprendimento.
Ter, no sentido de considerar que algo seja meu de fé e de direito, não ter no sentido de considerar que algo seja disponibilizado a meu uso fruto por um tempo determinado.
Na dúvida prefiro crer que não tenho nada. Tudo o que está aqui entre objetos inanimados e seres inteligentes, são meros recursos materiais e psicológicos que podem e devem desfazer-se ao sabor do tempo para dar vazão a novas sementes.
Se ficar, foi por livre sintonia recíproca!
Se perder-se para outros argumentos, foi porque nunca foi meu.
Incompreensível mas possível!

Poeta disse...

www.eternamente-poeta.blogspot.com

J@de disse...

Some...
Beijos!!

Geraldo Brito (Dado) disse...

Romântico seu blog...

Menina do mar disse...

Delícia...
:) É bom ter-vos aos dois!
Bjos meus!

Sonia Schmorantz disse...

Páscoa...
É ser capaz de mudar, 
É partilhar a vida na esperança, 
É lutar para vencer toda sorte de sofrimento.
É ajudar mais gente a ser gente, 
É viver em constante libertação, 
É crer na vida que vence a morte.
É dizer sim ao amor e à vida, 
É investir na fraternidade, 
É lutar por um mundo melhor, 
É vivenciar a solidariedade.
É renascimento, é recomeço, 
É uma nova chance para melhorarmos 
as coisas que não gostamos em nós, 
Para sermos mais felizes por conhecermos 
a nós mesmos mais um pouquinho. 
É vermos que hoje...
somos melhores do que fomos ontem.
Feliz Páscoa!
Um abraço

Celylua - O blog das Letras disse...

Querida princesinha!
Saudades poéticas... (risos)
Visitar seu maravilhoso blog é luz pra os olhos da minha mente.
Como é brilhante ler tuas doces postagens...
Eu adorei sua postagem menina!!!
Parabéns!!!
Deus abençoe você, e seus entes queridos.
Beijos repletos de chocolates!!! (risos).
Feliz páscoa!!!
Com carinho de sempre...
Cely, amiga e fã do seu belíssimo blog.
Muito obrigada!

EDUARDO POISL disse...

O que posso desejar para você?

Que as verdadeiras amizades continuem eternas
e tenham sempre um lugar especial em nossos corações.
Que as lágrimas sejam poucas, e logo superadas.
Que as alegrias estejam sempre presentes
e sejam festejadas por todos.
Que o carinho esteja presente em um simples olá,
ou em qualquer outra frase, ou digitada rapidamente.
Que os corações estejam sempre abertos para novas amizades,
novos amores, novas conquistas.
Que Deus, esteja sempre com sua mão estendida,
apontando o caminho correto.
Que as coisas pequenas como a inveja ou o desamor,
sejam retiradas de nossa vida.
Que aquele que necessite ajuda encontre
sempre em nós uma animadora palavra amiga.
Que a verdade sempre esteja acima de tudo.
Que o perdão e a compreensão superem as amarguras e as desavenças.
Que este nosso pequeno mundo virtual seja cada vez mais humano.
Que tudo o que sonhamos se transforme em realidade.
Que o Amor pelo próximo seja nossa meta absoluta.
Que nossa jornada de hoje esteja repleta de flores.

Feliz Páscoa

Um abraço do amigo Eduardo Poisl

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin