junho 24, 2008

Lago


Um velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse.
-"Qual é o gosto?" - perguntou o Mestre.
-"Ruim" - disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.
Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago. Então o velho disse:
-"Beba um pouco dessa água". Enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou:
-"Qual é o gosto?"
-"Bom!" disse o rapaz.
-"Você sente o gosto do sal?" perguntou o Mestre.
-"Não" disse o jovem.
O Mestre então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:
-"A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu.
Em outras palavras:
" É deixar de Ser copo para tornar-se um Lago."

2 comentários:

Mari disse...

Linda mensagem...

Menina do Mar disse...

Tomarei em conta esse belo conselho e cok todas as minhas forças procurarei deixar de ser o copo e passar a ser o lago.
Um beijo no coração minha amiga!
Obrigada por Tudo!

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin