novembro 30, 2008

S.O.S - Santa Catarina


Sempre temos algo para doar,
Aquela blusa que já não usamos, um sapato guardado,
No fundo do armário há sempre algo,
Tem algo seu que pode ser útil,
Apenas basta abri o seu armário e doar.

Cada peça doada vai acompanhada de um abraço de reconforto,
Alguém vai agradecer, alguém vai se aquecer,
Teu gesto nunca será pequeno, será nobre,
Agora levanta dai e vai olhar seus guardados,
Reconforte quem perdeu tudo,
Irmanados podemos reconstruir sempre,
Nunca é tarde para ajudar,
Agora só depende de você.


Em São Paulo, além da sede da Cruz Vermelha Brasileira, é possível fazer doações nos seguintes postos da entidade (horário comercial):

- Colégio Santo Ivo
Rua Paço da Pátria, 1705, Alto da Lapa

- Iolanda e Marcelo
Avenida Henrique Franco, 135

- Limoeiro - São Miguel Paulista pelo fone: 2025-7369

- ACM - Associação Cristã de Moços
Avenida das Flores, 453 - Jd. das Flores, Osasco

- Restaurante Mostarda
Av. Luis Carlos Berrini, 483, Brooklin Novo

- Escola Oriental de Massagem e Acupuntura
Avenida Diederichsen, 1000, Jabaquara próximo ao metro Conceição

- Felicita Beauty
Rua Dr. Cesário Mota Jr, 383, Vila Buarque, Consolação

- Supermercado Papini,
Avenida Professor Papini, 232, Cidade Dutra

- Condomíno Jd. Office Tower
Alameda Joaquim Eugênio de Lima, 881, Jardins

4 comentários:

Vivian disse...

...e vc tem razão em nos chamar
à razão, e com isso abrirmos os
armários, dispensas e afins,
para ver o que está sobrando,
e até oq não está, para ajudar
nosso irmão do sul.

hoje são eles, amanhã poderá
ser um de nós.

bjusssssssssss

paula barros disse...

Já juntei as minhas, falta levar. Vou providênciar.

Boa iniciativa.

abraços, boa semana.

Juliana Lira disse...

Verdade

Temos que abrir os armarios e os coraçoes.
Muito bom aqui,vou voltar

Mil beijos

mari disse...

"Corta-me" o coração esses ocorridos. Precisamos ajudar, partilhar dessa dor...

O Que Sou:

Um misto de:
Fracasso e conquista,
Coragem e medo,
Brutalidade e fragilidade,
Vida e morte, mulher e bicho,
Sonhos e pesadelos.
Sou um fio de esperança.

"Um misto de fracasso e de conquista.
Um medo transmutado de coragem.
Tão frágil como a rosa que se avista.
Brutal no cinzentismo da paisagem.
Assim mulher e bicho me retrato.
Mesclando o pesadelo com o sonho.
E vivo de incertezas... e me mato.
Num fio de esperança que reponho."
(Jorge)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin